Tem tentado ler mais ou fazer deste um hábito na sua família? Que tal aprender sobre a literatura como incentivo a prática? Afinal, abril é considerado o mês da literatura, e pode ser  uma ótima oportunidade para isso.

LEIA TAMBÉM: O que os grandes autores brasileiros do passado nos ensinam sobre o Brasil de hoje? 

Sabe por que? Porque é nesse mês em que se comemora o Dia Internacional do Livro Infantil (2 de abril), o Dia Nacional do Livro Infantojuvenil (18 de abril) e o Dia Internacional do Livro (23 de abril), datas interligadas pelo reforço da importância da literatura em nossas vidas.

Bora aprender o porquê de cada uma delas e depois sentar para ler mais, mais e mais? 

Dia Internacional do Livro Infantil

O Dia Internacional do Livro Infantil foi criado para que pessoas de todo o mundo possam desfrutar de um bom livro! É um dia para inspirar a ler mais, além de chamar a atenção principalmente para os livros infantis. Foi comemorado pela primeira vez em 2 de abril de 1966 pelo International Board On Books For Young People, que escolheu esta data por ser o aniversário de Hans Christian Andersen —  autor de famosos contos infantis, como “Patinho Feio” e “A Pequena Sereia”.

Se você tem filhos, simplesmente ler um livro com eles será a maneira perfeita de se envolver neste dia. Foque em tornar o momento uma gostosa memória em família, assim, os benefícios de ler mais virão naturalmente.

Dia Nacional do Livro Infantojuvenil

Qual era a sua história favorita quando criança/adolescente? A resposta, talvez, envolva alguns dos títulos do autor homenageado no Dia Nacional do Livro Infantojuvenil: 18 de abril foi escolhido porque foi nesse dia e mês, do ano de 1882, que nasceu Monteiro Lobato.

Na loja virtual da Editora do Brasil você encontra algumas obras perfeitas para instigar o hábito da leitura em seus pequenos neste dia. Desde clássicos, como “Reinações de Narizinho”, até novidades incríveis, feito “Uma semana inesquecível”, que aborda de forma divertida a Semana de 22 (que este ano comemora 100 anos).

Dia Internacional do Livro

Por sua vez, o Dia Internacional do Livro foi criado pela Unesco em 1995 para celebrar livros e autores, assim como incentivar os jovens a descobrir o prazer da leitura. 27 anos depois, é sua chance de criar uma rotina em casa que envolva ler mais e melhor. A qualidade de leitura aqui é definida pelo nível de envolvimento do leitor, por isso, o legal é não forçar nada, mas despertar o interesse pelo exemplo e pela curiosidade.

Crianças que leem regularmente por prazer têm pontuações mais altas em testes, desenvolvem um vocabulário amplo, têm mais conhecimento geral e uma melhor compreensão de outras culturas em comparação a aquelas que não lêem. A notícia boa é que vale a leitura de livros em papel, tradicionais, e a leitura em meios digitais, como iPad, tablet e o próprio celular. Então, a ordem é: preparar, definir as obras e ler!